Painel 2 – A formação da Terra

O Universo surgiu entre 20 e 15 bilhões de anos com o Big Bang.  Depois surgiram as diversas galáxias, entre elas a Via Láctea, numa faixa de 16 a 14,5 bilhões de anos.  A idade da Terra é estimada entre 4,6 a 4.5 bilhões de anos, a partir de meteoritos encontrados como rochas radioativas na Groenlândia.

http://www.cdcc.usp.br/cda/aprendendo-basico/sistema-solar/sol.html

 

Tópico 1 – As primeirs terras emersas

Terras emersas_BDWebB

As primeiras terras emersas

O aparecimento das primeiras terras emersas se deu em 10 bilhões de anos. 

 

As condições de calor e de contínuas erupções vulcânicas foram modificando a face da Terra. 

 

Devido aos terremotos e convulsões internas da Terra pouco a pouco foram surgindo terras que se resfriaram, formando montanhas e vales.

Situação da Terra em seus primórdios_BDWebB

Resfriamento do magma e a crosta da Terra

O interior da Terra está em constante combustão.  Esta combustão gera calor e o calor gera gases e lavas incandescentes que forçam passagem e são expelidos pelos vulcões.

 

No começo do mundo, as lavas que vinham do interior da Terra (magma) foram se resfriando e formando as rochas magmáticas (características das cadeias de montanhas) e, pouco a pouco, vai sendo formada a crosta terrestre.  Este processo dura alguns bilhões de anos.

Tópico 2 - Conheça as camadas que formam a Terra

Da superfície ao centro da Terra temos uma distância de  6730 km de profundidade, dividida em algumas camadas, compondo sua estrutura interna.  As camadas principais são, do centro para a crosta da Terra, as seguintes:

Observe este esquema animado:

Agora que você já conhece as camadas da Terra desde seu interior até a crosta terrestre, observe como é o esquema de uma erupção vulcânica.

A formação da crosta terrestre e as condições de vida, como hoje as conhecemos, se iniciam a partir de 4,5 bilhões de anos. Esta é a idade da Terra obtida por testes sobre radioatividade natural

Conheça as camadas que formam a Terra:

Núcleo

Corresponde ao centro da Terra e é composto de elementos metálicos (especialmente ferro e níquel) incandescentes, que formam o Nife.

 

Manto

Corresponde a 80% da geosfera e se divide em duas áreas:

  •    Manto superior ou litosfera e se situa abaixo da crosta uns 70 km até o limite de 700km de profundidade. 

 

  •    Manto inferior ou astenosfera – é a região que vai de 700 km abaixo da superfície da Terra até os limites do núcleo a 2900 km.  É uma área pastosa, de diferentes características físicas e químicas e que se apóia de forma instável ao núcleo em fusão constante.

 

Crosta Terrestre – A camada mais delgada e superficial da Terra, onde repousam os continentes e os oceanos. É um material homogêneo que se constitui de (a):

  •     Crosta continental - onde se apóiam os continentes – uma área menos densa, antiga, formada por rochas ultrabásicas. 

 

  •       Crosta oceânica – Onde se apóiam os oceanos.  É uma área mais densa, mais nova que a crosta continental e formada de rochas basálticas.

 

É na litosfera que ocorrem os movimentos aparentes das placas tectônicas e os terremotos.

Leia mais:

http://www.unb.br/ig/sis/interra.htm

Como a Terra foi formada? Este foi um processo contínuo? Vamos pensar estas perguntas.

Imagine que a Terra é um organismo vivo!

A dinâmica interna do planeta é determinada por: temperatura, pressões e ondas sísmicas.

Estes são os elementos que manterão os movimentos no interior da Terra.  O dia em que não existirem mais estas condições, a Terra será um planeta morto e frio.

No centro da Terra, em altíssima temperatura temos: Níquel e Ferro.

Como o níquel e o ferro são minerais com pontos de fusão diversos: Ferro = 1535 °C e Níquel = 1455 °C, quando porções deste material entram em fusão (passagem do sólido para o líquido por aquecimento), ficam mais densos e vão para o centro da Terra, enquanto porções menos densas ficam na superfície do núcleo, do mesmo modo como ocorre numa caldeira de siderúrgica.

 

Os movimentos geológicos na Terra - Todos os fenômenos geológicos que ocorrem na crosta da Terra têm relação com os fenômenos internos, provenientes do núcleo da Terra. No núcleo da Terra o Nife (Níquel + Ferro) se encontra em permanente fusão. 

Tópico 3 - Por que estes processos ocorrem?

Compreenda.  O material no centro da Terra está sofrendo condições de elevadas temperaturas e pressão. Estas condições provocam ondas sísmicas desiguais, abalos que afetam o manto e a crosta da terra.  Imagine uma chaleira fervendo e o vapor levantando a tampa. O processo é o mesmo.

A crosta terrestre é a única porção sólida do planeta

Sua profundidade vai de  5 a 70 km.  O manto e o núcleo são compostos de material semi-sólido, em estado pastoso e sujeito a contínuo movimento de acomodação.   Todo este movimento contínuo irá se refletir na crosta

 

Como as placas tectônicas produzem abalos sísmicos.

A crosta da Terra  é formada por diferentes placas e estas placas se roçam, estão em contínuo movimento provocado pelos abalos sísmicos de intensidade variada.  Ocorrem inúmeros tremores de terra, muitos deles imperceptíveis aos nossos sentidos, mas perceptíveis por instrumentos científicos que os registram continuamente.

 

Teremos, então, um "mapa" das placas tectônicas no mundo.

Observe no site a seguir, como se dispõem as placas e as falhas na superfície da Terra, provenientes das atividades no interior da Terra e os efeitos de terremotos:

Leia mais:

http://www.unb.br/ig/sis/terremo.htm

 

Tópico 4 - Pangéia – o continente original da Terra.

Há 200 milhões de anos, as terras emersas (acima do nível dos oceanos) se apresentavam como um único continente, embora formado de várias placas continentais ou oceânicas, chamadas de placas tectônicas.

Que observaram os cientistas?

 

Seu deslocamento se dava em determinada direção, o que permitiu aos cientistas desenvolverem a teoria de que, há 200 milhões de anos, os atuais continentes estavam  interligados num único continente chamado Pangéia, cercado de águas. 

 

 

Principais placas tectônicas

Observe as principais placas tectônicas e o encaixe perfeito entre a placa sul-americana e a placa africana.

 

Placa Euro-asiática - Atlântico Norte, Europa e Ásia.

Placa Africana - África e parte do Atlântico Sul e Índico

Placa Norte-americana – Atlântico Norte e continente americano central e norte.

Placa Sul-Americana – Atlântico Sul e continente da América do Sul.

Placa Antártica – Continente e oceano margeando o Círculo Polar Antártico

Placa Indo-australiana – Austrália e Oceano Índico

Placa Norte-pacífica – Totalmente oceânica incluindo Pacífico Norte e Sul.

Placa Sul-pacífica – Ao longo do litoral da América do Sul no Pacífico.

Observe este mapa mundi das placas tectônicas sobre as quais repousam os continentes.

Exercício-Debate 2

O Brasil está sujeito a terremotos?  Pesquise nos sites mencionados no Gabarito Ex-Painel 2, discuta com seus colegas, analise o exercício-painel e seu gabarito e responda, enviando uma redação ao seu professor sobre estes temas.

 

Entrar em Gabarito Ex-Painel 2


                Retornar à Área de Testes.