Painel 7 - De Paleolíticos a Neoliticos

O período Neolítico – nova idade da pedra ou idade da pedra polida - se inicia em torno de 10.000 a . C., tendo como características:

>> a feitura de instrumentos de caça através de polimento e atrito de pedras e, não, através de lascas de pedras;;

>> o início do pastoreio e das culturas agrícolas;

>> Os homens deixam de ser nômades e se fixam num local,onde se organizam e cultivam a terra coletivamente. 

Tópico 1 - O Homo Sapiens e o Neolítico

O Neolítico é o último estágio da cultura pré-literária no mundo. O nome Neolítico se refere ao modo de polimento de ferramentas, ao invés da quebra de pedras para utilização de lascas.

Um longo caminho cheio de tentativas, erros e acertos...

Habitação neolítica na Escócia_Science Library
Habitação neolítica na Escócia_Science Library

Difusão dos neolíticos pelo mundo

Os neolíticos se distribuíram por todo o mundo – África, Europa e Ásia – além de América, a Austrália, a Tasmânia, as Filipinas e a Nova Guiné e Indonésia.

 

Importância de sua tecnologia

 Tendo se estabelecido nestes lugares e, a partir daí, chegando a outras regiões do globo por terra ou água, não é de se espantar que os neolíticos, por seus progressos materiais e pelo nível de sua tecnologia, tenham se expandido por todo o globo.

 

Podemos afirmar que somos os descendentes diretos dos neolíticos.

 

Tópico 2 - As datas mais marcantes da cultura neolítica

...E o que aconteceu com os Cro-Magnon...

O período da cultura neolítica se inicia em 10.000 a.C. quando somem os Cro-Magnon.

 

Que poderia ter acontecido?

 

Observa-se que há uma nítida decadência nos padrões artísticos dos desenhos das cavernas. Vamos lembrar que os Cro-Magnon eram fantásticos artistas.

 

A Terra esquenta e este período interglacial e isto afeta as fontes alimentares em todo o globo: renas migram para o Norte, acompanhando o recuo do gelo, enquanto mamutes se extinguem talvez pelas mesmas razões...

...e milhares de Cro-magnon sucumbem à fome e às mudanças de clima.

  

Imagine só...um novo tempo. Aparecem as cidades neolíticas e os homens se encaminham para o futuro.  Já pensou, uma máquina do tempo?...

Este é portanto, o marco do final do Período Paleolítico e o início do Neolítico. A primeira cultura marcante será a egípcia, que surge há 5.000 anos a.C. , tendo características muito próprias e perdurando até os dias de hoje em comunidades nativas do Pacífico, das regiões árticas da América e do Brasil.

 

Compare as imagens do Egito da Antiguidade e dos dias de hoje.Uma visão turística,mas que mostra muito do que a civilização egípcia criou e que permanece.

Tópico 3 - A cultura neolítica

A cultura neolítica se caracteriza por formas novas de administrar e explorar os recursos naturais, bem como por suas manifestações tecnológicas em termos de artefatos ou costumes.

Ilustração de campo arado e habitações.
Ilustração de campo arado e habitações.

> Tecnologia de aproveitamento de recursos naturais

Entre as mais importantes técnicas de aproveitamento dos recursos naturais, encontra-se, sem dúvida, a agricultura e a ampliação da domesticação de animais, seu uso como alimentos, o uso de seus subprodutos como o leite, a lã, o couro, os ossos e sua força de trabalho.

 

> A agricultura e os neolíticos

Na agricultura, a escolha das espécies de melhor rendimento durante o plantio, a técnica de plantar aumentou e, com ela, a técnica de guardar excedentes em silos ou em depósitos  

 

Veja a importância das vacas - sagradas na Índia. Por que? Leite, queijo, manteiga e iogurte são a base de alimentação dos indianos.

Seleção das melhores espécies vegetais: teosinto evolui para espiga de milho.
Seleção das melhores espécies vegetais: teosinto evolui para espiga de milho.

> Domesticação de animais

Domesticação de animais, cães, gatos, cabras, vacas, ovelhas e porco, aves em algumas sociedades e cavalos (mais recentemente) passaram a aumentar sua dieta ou a se constituir em força de trabalho.

 

> Tecnologia de fiação e cerâmica

Desenvolveu-se a fiação de tecidos de origem vegetal, tal como o linho, ou animal, a lã, a seda, o couro. Também as técnicas de cerâmica aparecem.  

 

> Seleção de animais e seleção de vegetais

As migrações neolíticas podem ter sua característica mais marcante no fato de terem dominado meios de transportes marítimos e a domesticação de animais, sendo o primeiro animal a ser domesticado o cão, seguido de cabras, ovelhas, vacas, cavalos, perus, porquinhos da índia e toda a sorte de animais.

 

Os vegetais também foram alvo não só das coletas, mas da seleção daquelas sementes capazes de gerarem melhores frutos, folhagens e raízes comestíveis, um processo de seleção artificial, feia pelo homem ao longo do tempo.

 

Ilustração de cidade em mundo neolítico_Turquia
Ilustração de cidade em mundo neolítico_Turquia

> As instituições sociais e a família neolítica

A cultura e as instituições neolíticas se aprofundam, tendo por base explícita a família. Em muitas sociedades teremos a poligamia, como forma de atender às mulheres de coletividades onde falem homens – comunidades de caçadores – ou como forma de multiplicação dos membros do grupo para evitar a absorção ou a assimilação por ouras tribos, como foi o caso dos semitas.

 

De um modo geral, a família foi sempre a célula da sociedade, reis e potentados possuíam haréns como forma de impressionar e exibição de suas riquezas.  

 

Canoa havaiana atual
Canoa havaiana atual

> Os meios de transporte e as migrações neolíticas

"Os neolíticos distribuíram-se pelo mundo, penetrando em todas as regiões do globo. Seu deslocamento, através de meios terrestres e marítimos, seu domínio de embarcações, é invejável, uma vez que, a partir de certos centros de origem, ocupou as ilhas mais remotas do oceano, como o Havaí que dista 6.500 km do continente asiático."

 

Vênus de Willendorf_ descoberta no sítio arqueológico do paleolítico situado perto de Willendorf, na Áustria.
Vênus de Willendorf_ descoberta no sítio arqueológico do paleolítico situado perto de Willendorf, na Áustria.

> Instituições religiosas

As instituições religiosas aproximam-se muito mais de rituais e suas adaptações aos mitos da sociedade que ao conceito de religião como hoje conhecemos. Refletem ainda as crenças animistas do paleolítico e estabelecem um poder do sacerdote, xamã ou feiticeiro na tribo.

 

> Crença e medo

Os primitivos têm mais medo, mais temor que qualquer outra coisa dos eventos incompreensíveis da natureza. Os relâmpagos, a chuva torrencial, a seca, o animal que pode atacá-lo, o animal que é senhor de um certo domínio e que deve receber oferendas para poder ser caçado.

 

> Mundo pré-lógico e religiões teológicas monoteístas

Podemos opor este modo de ver o mundo sobrenatural, pré-lógico, com as religiões teológicas monoteístas como o judaísmo, o cristianismo e o islã, onde estas superstições não teriam razão de ser.

 

 

Os cultos religiosos no mundo.
Os cultos religiosos no mundo.

> As diferenças entre o modo de pensar primitivo e o modo de pensar lógico

O modo de pensar lógico, das sociedades que conhecemos pressupõe a relação de causa e conseqüência:

 se eu enterro uma semente e rego (causa), nasce um vegetal (conseqüência);

 se um casal mantém relações sexuais (causa), nasce um filho por eles gerado (conseqüência);

 

Já um neolítico entenderia os fatos do mundo, a queda de uma criança, a morte de um membro da família como feitiço. Do mesmo modo, a falta de caça seria explicada porque o “deus da caça” se aborreceu e deve ser aplacado.

 

Ao longo do tempo, este modo de ver o mundo vai sendo modificado e os elementos mais racionais, mais ligados ao progresso vão sendo incorporados na forma de pensar o mundo, falar ou agir.

 

Tópico 4 - O Estado como uma instituição

Cidade às margens do rio Tigre_Mesopotâmia
Cidade às margens do rio Tigre_Mesopotâmia

> Ausência e constituição inicial do Estado como instituição

Nas sociedades primitivas dos neolíticos, o estado ainda não estava estruturado, mas iria funcionar algo parecido, em situações de crise, tais como necessidades de drenagem de pântanos, construções coletivas, migrações ou guerras. Dependendo de cada região, este “estado” vai pouco a pouco tomando forma, em função das circunstâncias históricas e tecnológicas diversas que se irão desenvolver.

 

Um ponto importante.

O Estado é uma instituição criada para defender os interesses de sua população. Esta população ocupa uma área territorial onde exerce soberania. Possui um governo, coletores de impostos, soldados para defender seu território e uma série de instituições legais que vão sendo criadas : escolas, hospitais, bibliotecas, tribunais, serviços variados.

 

Zigurate_Ur_Mesopotâmia
Zigurate_Ur_Mesopotâmia

A partir de 5.000 a.C., no Oriente, especialmente no Egito e também na Mesopotâmia, entre os rios Tigre e Eufrates, as primeiras civilizações de regadio (que usam a cheia dos rios para suas plantações, em terras fertilizadas à margem) foram se consolidando e, com elas, as instituições e costumes legais: polícia, tribunais, áreas cultiváveis, divisão de terras, impostos e leis escritas.

 

Observe que administrar uma população também é uma tecnologia.

O Estado pressupõe o controle social antimotim, o interesse na ordem nos espaços urbanos, o cuidado com as plantações e estradas no espaço rural e, em todo o território e suas fronteiras, a presença dos militares como braço armado da autoridade máxima do país na terra e nos mares.

 

Impérios da Antiga Mesopotâmia
Impérios da Antiga Mesopotâmia

Entrar em Ex-Painel 7

 

          Retornar ao Tutorial Unidade 2.

 

           Retornar à Área de Testes - Demos para escolher outra matéria.